Cachorro magro ano 11 – Reviews

Na próxima semana este cão velho e sarnento que vos fala, completará mais um ano de vida. Em comemoração, resolvi revisitar alguns textos da primeira fase, e traçar um paralelo com meu momento atual. A primeira postagem, Cachorro magro não tem fome, tem necessidade, foi além de uma introdução um breve relato sobre a minha situação naquele momento (2010).

Foi essa brilhante frase da música “cachorro magro” da banda Terminal Guadalupe de Curitiba, que inspirou essa abertura. A necessidade muitas vezes gera situações diversas, e dependendo do seu grau, gera mudanças repentinas, no meu caso pra melhor.

Necessidades essas que me fizeram mudar de cidade, de estado, e aos poucos me fazem mudar de hábitos e até de sotaque (sim, infelizmente isso está acontecendo!) Mas enfim, quais são essas necessidades? Crescimento pessoal, profissional, e é claro independencia financeira!

Minha mudança acarretou em outras necessidades, uma delas a de cozinhar. Como não sou cachorro magro, a fome se torna uma necessidade primaria. Já que nem feijao aprendi a cozinhar, comecei a pesquisar na internet sobre sites relacionados a culinaria de facil acesso para pessoas despreparadas, como eu. Um que eu gosto muito, é o  www.homemnacozinha.com.br que tem dicas práticas pra se virar com pouco. Só exite um problema, nao tem como fugir da louça suja,  hora ou outra ela tem que ser encarada!

Passados onze anos, fica claro que o Cachorro Magro que ali escrevia era um sonhador. Alguém muito empolgado, recém formado, com os primeiros passos rumo à vida adulta. Ali foi um aprendizado constante, desde serviços domésticos até a exposição social. A vontade de aprender e crescer profissionalmente, e de desbravar um território novo, numa cidade nova, e com novos hábitos. Foi uma época de amadurecimento, e também de alguns questionamentos. A marca da nostalgia já estava presente, conforme veremos na próxima postagem desta série. Vida longa ao Cachorro Magro!

4 comentários sobre “Cachorro magro ano 11 – Reviews

  1. Onze anos, uma vida foi gerada já tem bastante lucidez, quase um adolescente, vejo só!
    Minhas congratulações ao marco, que venham outros🎂🎉

  2. Que legal, Juliano! Se é legal para nós leitores acompanharmos essa releitura, para você imagino que deva ser sensacional.
    Fiquei curiosa, como está o sotaque nos dias de hoje? rs

    • Tem muita gente que me conheceu recentemente, que pensa que sou gaúcho, por mais que jure de pé junto que sou daqui mesmo! Virou um híbrido, mas aos poucos tá voltando ao original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s