devaneios

Redes des-sociais

Uma das coisas que venho conseguido diminuir, como ja falei anteriormente, é me desligar cada vez menos da internet. E como disse, isso tem me feito muito bem. O maior obstáculo, seria me livrar de redes sociais. Na verdade, acho que o primeiro grande passo pra deixar a internet de lado.

Ja tinha algum tempo que eu pensava em sair do orkut, ultimamente so entrava devido a foruns de meu interesse. Mas, devido ao advento do facebook, as postagens do orkut foram deixadas de lado, e eu perdi o interesse pelo mesmo. Nunca gostei mto de facebook, e por mais que eu tenha um, quase nao acesso, e pretendo desativá-lo de vez em breve. Não que eu nunca mais volte a mexer nele, mas no momento estou com aversão de redes sociais.

Ficar falando que redes sociais da internet distanciam mais o contato pessoal todo mundo ja ta cansado de ouvir. Mas, isso acaba gerando uma paranoia, ter que colocar varias fotos em festas pra dizer: olha como sou popular, com estou me divertindo, ou escrever frases inteligentes geralmente copiadas de algum intelectual, para dizer como se está diferente (eu ja fiz isso!!!). Adicionar milhares de pessoas e ter varios seguidores no twitter como sinal de popularidade… Não quero mais isso pra mim.

Quando o orkut era a sensação da vez, era mais fodão quem tinha muitos fãs e tinha milhares de recados, ai vc ia ver “nossa, o cara tem 9 mil e poucos recados”, ai entrava, os recados se baseavam em: obrigado, pra vc tb – repetidas milhares de vezes, coisas sem a menor importancia. AI vc via, oque o cara escrevia era: bom findi, boa segunda, boa terça, e as pessoas respondiam educadamente…  Tudo muito superficial.

Hoje fica fácil eu ficar criticando ja que peguei aversao a essas coisas, sendo que ate pouco tempo atras eu nao conseguia me livrar disso também. Respeito quem goste, tudo eh bom quando usado com moderação, quem sabe um dia eu volta usar isso denovo. Só acho meio falido a justificativa de que fica mais facil de ver amigos que tao longe, já que se eles realmente se importassem ou sentissem sua falta, dariam um jeito de entrar em contato. Claro que deixa mais facil, acho que a ultima vez que troquei ideia com ex-colegas de facul foram feitas por facebook, mas a gente tinha o costume, logo depois de formado de se falar por email, coisa que ja tem algum tempo que não fazemos. Telefone fica um pouco mais dificil ainda mais que a maioria acaba mudando de tel.

Aqui na colonha, tenho priorizado falar com os outros pessoalmente ou no max por telefone, e por tar me fazendo bem, pode ser um dos motivos de ter deixado de lado as redes sociais. O blog eu nao pretendo abandonar, nem a internet, mas tenho mais pesquisado coisas interessantes doque perdido tempo no msn, que ainda utilizo quando me convém.

 

Anúncios

Um comentário em “Redes des-sociais

  1. E por que não conseguimos nos livrar? Porque quase todos estão nelas – 87% das empresas usam pelo menos uma rede social, segundo uma pesquisa da Burson-Marsteller. No Brasil, 99% das mulheres entre 45 e 54 anos que usam a internet estão em redes sociais. Quase todos os brasileiros conectados (92%), de todas as idades, usam redes sociais em casa ou no trabalho. “É um dos índices mais altos do mundo em termos de alcance”, diz Alex Banks, diretor da Comscore na América Latina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s